Kambly: Fábrica de biscoitos e mercado de Natal

novembro 26, 2016

Resolvi criar uma tag “Natal na Suíça” reunindo todos os posts que tem a ver com essa época do ano. Todo ano quando chega o fim de Novembro começam as feiras de Natal pelas principais cidades da Suíça e da Europa inteira, e é impossível ficar indiferente. Aqui em Berna as feiras são mais ou menos as mesmas, em Zurique tem a árvore cantante e as feirinhas também, como a famosa da estação central com a árvore da Swarovski. Porém depois de um tempo morando aqui, a época parece a ficar repetitiva se visitamos sempre os mesmos mercados e as mesmas atrações natalinas. Daí uma opção é visitar os mercados de outras cidades, como o de Montreux por exemplo.

dsc_0318

dsc_0317

Mas ne, mercado de Natal é mercado de Natal e por mais que seja diferente o cenário (cidade), o esquema é mais ou menos o mesmo. Barraquinhas vendendo de queijo até velas, vinho quente, coral, parque. É sempre muito legal, mas não dá para ir muito além disso. Este ano comecei a tradição de forma um pouquinho atípica e fui com o Edi conhecer um mercado mais distante, que é um pouquinho diferente, por ser o mercado de Natal de uma fábrica de biscoitos, a Kambly.

dsc_0355

dsc_0354

dsc_0321

A Kambly é a maior fábrica de biscoitos da Suíça, líder em exportação, existe desde 1910 e foi fundada por Oscar Kambly. Se você mora na Suíça você com certeza já viu essa marca no Coop ou no Migros, e os biscoitos de lá são realmente deliciosos. O lema da marca é “um pedaço de qualidade de vida” e realmente. Os biscoitos da Kambly são exportados para mais de 30 países  e é a marca de biscoitos mais famosa do país. Há duas fábricas aqui, uma em Trubschachen e uma em Lyss, ambas no cantão de Berna, e conta com 420 funcionários no total. Já ganhou prêmios de excelência e é conhecida por realmente ter biscoitos de alta qualidade e leva a fama suíça mundo afora.

dsc_0327

dsc_0322

dsc_0326

Nós fomos conhecer a fábrica em Trubschachen que é a 35 minutos de trem de Berna. Inclusive há o trem Kambly 4 vezes por dia todo decorado com a marca e ainda ganhamos biscoitos de brinde na viagem até Trubschachen. Estava um dia frio e cinza, mas não tinha neve. Eu já queria ir lá conhecer a Kambly antes, mas o mercado de Natal que acontece lá em datas específicas há apenas 4 anos foi o principal motivo de ir agora nesta época. O mercado não acontece todos os dias, como eu falei, em datas específicas. Este ano (2016) as datas são:

Sexta e sábado 25 e 26.11 das 11h às 20h

Sexta e sábado 02 e 03.12 das 11 às 20h

Domingo 27.11 e 04.12 das 10 às 17h

dsc_0330

dsc_0323

Ou seja, apenas este fim de semana e o próximo. São 25 barraquinhas com especialidades regionais e artesanato de pessoas ou pequenas empresas da comunidade apresentando seu trabalho. Queijos, pastas, confeitaria, produtos de decoração feitos a mão, de madeira, de Natal, velas, além de claro, o tradicional vinho quente e muitas amostrinhas de biscoitos da fábrica Kambly logo ao lado. A feirinha tem a infra-estrutura da parte externa da fábrica (é ao ar livre), tem uma barraca maior com restaurante com especialidades suíças, apresentações musicais em horários pre-determinados, venda de árvores (reais) de Natal, além da experiência Kambly.

dsc_0340

dsc_0331

dsc_0358

A experiência Kambly é já no interior da fábrica onde se tem um grande cafe e uma loja de fábrica com muitas muitas variedades de biscoitos e produtos da marca Kambly, com um preço bem abaixo do que vemos no mercado. Não paga para entrar. Há uma espécie de museu ainda no final com uma apresentação audio-visual sobre a história da Kambly, exposições de embalagens históricas, além da própria história da marca, do criador e da representação da Kambly mundo afora.

dsc_0361

dsc_0367

dsc_0366

dsc_0371

O produto da Kambly mais antigo é o famoso “Bretzeli”, desde 1906. Há biscoitos salgados, doces, recheados, amantegados. Olha, é difícil escolher o melhor. Do lado de fora da loja de fábrica, ainda há um espaço para entretenimento para crianças como decorações de biscoitos, e em sessões pre-organizadas, as crianças podem de fato por a mão na massa e fazer biscoitos, preparar a massa, assar. Muito legal. Há também teatrinho de fantoches contando historinhas relacionadas a confeitaria e a arte de cozinhar. O Edi adorou. Ainda é possível organizar festinhas de aniversário na Kambly, ou seja, super children friendly.

img_7179

dsc_0381

Mais uma vez fiz um video como registro do nosso passeio e achei que ficou joia com a trilha sonora um tanto quanto sazonal!

Para mais informações, visite o site oficial da Kambly: http://www.kambly.com

Comentários Facebook

Related posts:

7 Comentários
  1. Bruna

    sábado, novembro 26, 2016 at 5:14 pm /

    Oi Liana, tudo bem?Adoro ler seu blog, tenho o seu livro tambem, estou na metade,logo termino!!!Eu gostaria de saber como e a quetao de atividades fisicas e esportes para as crianças?Tem muito incentivo?Como e a pratica na escola?Eu sei que nao tem nada a ver com o post,mas estou muito curiosa quanto a isso!Da ate um post o tema!!!Obrigada!

    • Liana

      sábado, novembro 26, 2016 at 10:39 pm /

      Oi Bruna, obrigada. Olha, eu por enquanto de experiencia nao posso falar muito porque o Edi ainda so vai a creche. Mas la mesmo eles sao muito ativos, saem pelo menos 1 vez por dia, faca chuva ou faca sol. No verao iam a floresta uma vez por semana, e agora no frio vao ao turnhalle que eh um ginasio fazer exercicios, mas eh so crianca pequena entao eh so pular na cama elastica, essas coisas. Acredito que a partir da escola comece de fato a obrigacao e o incentivo.

      • Bruna

        segunda-feira, novembro 28, 2016 at 12:52 am /

        Obrigada!!!!

  2. Maria Célia/Cissa

    sábado, novembro 26, 2016 at 11:36 pm /

    Oi Liana
    Eu ficaria doidinha num local encantador como este, sou apreciadora destas feirinhas típicas, principalmente as de Natal, uma data tão importante, ainda mais com estes biscoitos maravilhosos e deliciosos.
    Seu vídeo ficou ótimo, gostei muito.
    Liana, tenho uma curiosidade, agora que o Edi tá bem grandinho, você conversa com ele em português ou alemão?
    Bjo.

    • Liana

      sábado, novembro 26, 2016 at 11:56 pm /

      Obrigada querida! Sim, so falo com o Edi em Portugues! Tem mais um post no rascunho sobre isso, em breve consigo terminar. Mas escrevi ja sobre criar filho bilingue aqui no blog, veja aqui: http://www.elaeamericana.com/tag/filho-bilingue

  3. DOUGLAS PACHECO

    domingo, novembro 27, 2016 at 10:06 pm /

    Olá, muito legal este post e bem explicativo, a fábrica parece um sonho e é bem legal o quanto eles respeitam as tradições, vejo isso como uma grande diferença cultural em relação a nós brasileiros.
    Gostaria de saber como faço para comprar seu livro, aqui no blog diz que está fora de estoque, você não tem mais exemplares??
    Abraço!